Meu refúgio

Sentimentos e Poesias

Textos


SANTA CORONA- esperanca



Clamaremos a Santa Clorona, protetora das epidemias, há milênios atrás seu povo sofria com o vírus mortal assolando todos os dias.
Aclamamos vossa misericórdia na proteção da humanidade
Que hoje sofre como no passado, com este vírus malvado, dizimando milhões de pessoas por dia num clima de agonia.
Esta peste vigente que retorna mais potente matando sem piedade, toda a humanidade.
Acolheis e abraçais o mundo perene, que se desfaz em segundos.
Aclamai por nós, Santa Clorona com seu poder imaculado, ilumine a ciência
Trazendo a nossa presença, a solução deste mal.
Santa Clorona, nos proteja
Ampare as famílias aflitas, separadas de seus entes queridos.
Os braços, não abraçam mais
Os lábios se calam a face treme demais
A tristeza é tão marcante que não se conhece mais.
Santa Clorona, protetora das epidemias passadas
Elimine a pandemia presente e alegre os corações da gente
Que os braços voltem a abraçar
Que a boca não se cale
Que prevaleça a solidariedade
Que vivamos num mundo de Paz
Aclamamos seu olhar bondoso, salve todo o povo do mundo, deste vírus fugas
Santa Clorona, rogai por nós, neste momento penoso
A esperança é o que nos resta por um mundo mais amoroso.
Tonia Aleixo
Enviado por Tonia Aleixo em 16/06/2020
Alterado em 16/06/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras