Meu refúgio

Sentimentos e Poesias

Textos


São Paulo, 20 de dezembro de 2018 Querida irmã, escrevo estas linhas para dizer-lhe o meu amor por você. Nesta oportunidade, informo que passaremos o Natal juntas. Estes foram os nossos planos terrenos, porém somente a Deus competiu se seria concretizado.
Lembro-me perfeitamente da  conversa que tivemos em setembro, ocasião esta que fui passar uns dias com você.
A frase proferida por ti foi:-- Meu amor (era assim que você me chamava), em dezembro estaremos juntas,  vou deixar o pitoco bem organizado só para te receber. Pitoco era o quarto pequeno que estava sempre reservado para receber-me. Rimos muito!
Amada irmã, o quarto era minúsculo, porem cheio de amor e aconchegante. Querida, o mais importante pra mim é o seu coração, seu lindo sorriso e sua alegria ao receber-me na sua casa.
Deusdete, irmã querida, infelizmente o tempo não foi fiel com os nossos planos, negando-me o prazer de abraçar-lhe, no Natal tão especial como havíamos combinado. Mas, por outro lado, existe um Deus que sabe de tudo e a levou para o céu antes de ter tido a oportunidade de te dar o meu adeus. Querida amiga e irma, a minha dor foi tão intensa por não ter dado tempo de dar-lhe o adeus na moradia do seu corpo, pois sei que seu espirito está no céu cantando hinos de louvor com a voz maravilhosa que você tem.
Minha amada irmã, guardo no meu coração as maravilhosas lembranças das nossas conversas, brincadeiras em muita gargalhada que continuam vivas e permanente até o dia que papai do céu decidir levar-me para ficarmos unidas no céu, juntamente com nossos seis irmãos, uma irmã, mamãe e papai. Encerro estas linhas desejando a todos ente queridos que estão ao lado dos anjos, Feliz Natal e Ano Novo eterno, ao som do coral dos anjos no céu. Ah! Vale lembra-lhe que a saudades é intensa, e, meu amor por você é eterno. Te amo.
Tonia Aleixo
Enviado por Tonia Aleixo em 28/12/2018
Alterado em 23/03/2019
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras