Meu refúgio

Sentimentos e Poesias

Textos


Eu e voce, somos dois



Não me procure porquê
até as minhas entranhas, estão em você
A vida reservou e me desenhou em seu ser
Agora me procuro, não sei o que fazer
Tento me encontra mas só vejo você

Dê-me uma brecha,
uma luz, para que eu possa sair
e ver a vida diferente de você.

Entranhada nas tuas entranhas
não consigo me ver.

O sufoco e o calor do teu corpo
Me queima em brasa viva
Liberta-me da tua vida
Só assim posso viver.

Ao abrir meus olhos e me perguntei
Quem é você que tanto sofre
sem a se mexer?

Fiquei estonteada com esta indagação
Fechei e abri os olhos novamente
E ouvi meu coração.

Liberte-se desta situação
Levantei-me devagarzinho
Bem de mansinho
com o coração saltitando
Coloquei os pés no chão.

 
Tonia Aleixo
Enviado por Tonia Aleixo em 23/09/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras