Meu refúgio

Sentimentos e Poesias

Textos


Tudo passa e a vida continua

A chuva caindo correntemente
O sombrio vento forte assoprando nas frestas
Coração palpitando, acelerado

A solidão que me acompanha
ao perder meu grande amor
Senti-me sem chão
sentei-me no chão
frágil e sensível, derreti-me em lágrimas

Seria tudo um momento frágil?
Acordei do dilema e voltei a sorrir
A chuva passou, o vento parou
levou a tristeza, o coração normalizou
Chorar pra que? A vida continua

As lágrimas lavaram meus olhos e meu coração
Confiante e intensa
sigo a vida inebriante.


 
Tonia Aleixo
Enviado por Tonia Aleixo em 17/09/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras