Meu refúgio

Sentimentos e Poesias

Textos


Pai

Papai, era assim que te chamava. Hoje, amanheci introspectiva sem criatividade e muito sensível.
Gostaria imensamente de escrever um belo poema em agradecimento por ter-me dado a oportunidade de ter nascido. Pelas poucas lembranças, sei que fizeste o possível para que pudesse ter uma vida menos sofrida no agreste, mas, fizeste o que estava a teu alcance.
Papai, nestes meus sessenta e cinco anos de vida poderia ter muito a te dizer, porém, o perdi ainda na adolescência, fase esta sem muita definição das perdas, pois, é uma fase que os hormônios ficam saltitantes trazendo mudanças físicas e mentalmente. Seguia a vida sem os compromissos alem daqueles inerentes a minha idade naquele tempo.
Hoje, senti um aperto no coração, tanta saudade , muita vontade de te abraçar e dizer-te: Papai eu te amo!
Onde quer que você esteja, receba meus beijos e meus parabéns papai pelo seu dia.
Tonia Aleixo
Enviado por Tonia Aleixo em 13/08/2016
Alterado em 13/08/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras